Lembro de ouvir a expressão “cresça e apareça” desde criança. Acho que meus pais me diziam isso quando eu queria fazer algo que só poderia fazer quando ficasse maior – ou mais velho? Aliás, 8 de dezembro é o aniversário de 6 anos do Startupi! Neste dia em 2008, publicamos nossa primeira matéria; hoje já são mais de 4.700 posts publicados, sem contar páginas agregadoras, páginas de materiais especiais e ainda os eventos listados. Ficamos muito felizes de ajudar tanta gente a aparecer e crescer – e o parabéns é para vocês!

Pensei nessa expressão “cresça e apareça” recentemente, ao observar quanto a mídia fala sobre as mesmas empresas, as maiores, em proporção às menores. Pensei nisso também quando vi empreendedores fazendo muito mais esforço para aparecer do que para crescer. Acho que ambos casos não estão completamente errados per se. Analisemos.

Se você e sua empresa aparecerem bastante (em eventos, mídias e boca-a-boca), provavelmente isso vai ajudar seu negócio a crescer. Está correto pensar assim especialmente porque isso vai dar mais condições de entender seu público/clientes/usuários. Estamos em tempo de customer development e existem vários níveis de interação com o mercado entre os extremos da garagem total e do fazer spam adoidado mesmo sem ter produto. Vale ir surfando, vale pensar “apareça e cresça“, por mais que alguns achem injusto uma startup com pouca coisa desenvolvida ficar mais famosa do que uma startup que desenvolveu um monte mas ficou abaixo do radar.

Mas o contrário também está certo!

Continue lendo meu editorial de 7/12/14 no Startupi.

Advertisements