Quem acompanha notícias sobre empresas e negócios, ou mesmo quem anda de metrô em São Paulo já deve ter visto a campanha que o Sebrae está fazendo, chamada Movimento Compre do Pequeno Negócio. A entidade informa em seu site que 98% das empresas em funcionamento no Brasil são micro ou pequenas e que elas respondem por 27% de tudo que é produzido, 52% dos empregos e 40% da massa salarial. É muita coisa!

Além desses números absolutos, chama atenção o que esse pessoal descobriu sobre micro e pequenos empreendedores:

eles conseguem se adaptar mais rapidamente a mudanças (especialmente à instabilidade financeira durante a crise) e também conseguem aproveitar mais rapidamente oportunidades de inovar e de se posicionarem com diferenciação no mercado.

Pode parecer óbvio para alguns entendidos, mas muita gente ainda acha que as grandes empresas teriam maior resiliência devido a seus departamentos de pesquisa & desenvolvimento, seus grandes times de profissionais de destaque, sua grande força econômica. Mas não é bem assim: os pequenos tem menos coisas para cuidar, menos legado, menos comprometimentos.

Falando em diferenciação, me veio à mente que, entre as 9,5 milhões de empresas beneficiadas com o regime tributário Simples em 2014 no país, ao lado de Empreendedores Individuais e Micro Empresas, 5 milhões eram empresas do tipo Sociedade Limitada. Alguns desses empresários de limitadas tem orgulho da sua constituição e dizem que, muitas vezes, é mais fácil ser um fornecedor de uma grande empresa quando se é uma empresa Ltda. Bem, se a constituição Ltda chega a ter valor no mercado, pode ser muito importante se posicionar dessa forma, buscando uma diferenciação. Uma coisa que pouca gente sabe ainda é que, há alguns meses, passou a existir na Internet a possibilidade de empresas limitadas registrarem seus websites com um endereço terminado em .ltda.

Na minha opinião, com a facilidade de se publicar páginas na Internet, nem sempre é fácil saber se realmente existe uma empresa por trás da maioria dos sites que encontramos. Não acho que isso seja sempre um problema, mas quando se trata de mercado, de comércio, serviços, indústria, é importante existir transparência e confiança. Portanto, se você tiver uma empresa limitada, minha recomendação é de que registre um domínio .ltda.

Saiba mais na apresentação abaixo.

 

Empresas limitadas terão destaque no evento FutureCom 2015

diego techcrunch

Advertisements